Warning: Class '\Joomla\CMS\Document\Renderer\Html\ModulesRenderer' not found in /home/sindifisco/www/libraries/loader.php on line 651
SINDIFISCO :: Sindicato dos Fiscais de Tributos do Município de São João de Meriti/RJ - Servidores ficam com o nome sujo no SPC após prefeitura atrasar repasse à Caixa

 

Servidores ficam com o nome sujo no SPC após prefeitura atrasar repasse à Caixa

As cartas da Caixa Econômica começaram a chegar no início do ano passado. Elas diziam que Luciane Pessanha, de 43 anos, não pagava as parcelas do empréstimo consignado que contraiu e, por isso, estava com o nome sujo no SPC. Funcionária da saúde de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, ela estranhou. O valor era debitado do seu contracheque todo mês pela prefeitura.
— Entrei com uma ação contra a Caixa e soube que outros servidores estavam na mesma situação. No mês passado, voltei a receber as cartas — conta Luciane.
Segundo a Caixa, a prefeitura está atrasando os repasses dos empréstimos e, por isso, o banco acionou o Ministério Público Federal (MPF). Em nota, a Caixa informou que as cobranças são enviadas automaticamente e que os servidores têm que levar o contracheque até a agência e cancelar a cobrança. O banco não informou quantos servidores estão nesta situação nem o total da verba retida.
O MPF investiga se o que acontece é crime de apropriação indébita da prefeitura ou só uma falha técnica.
— Recebemos representações da Caixa e de muitos servidores. Preciso de informações mais concretas e pedi que o banco e a prefeitura encaminhem os documentos necessários — explica o procurador Douglas Araújo.
Enquanto a investigação segue, Luciane luta para manter o seu nome limpo.
— Desisti de fazer compras. Uma vez, fui fazer a assinatura de uma antena de TV e o meu cartão não passou na loja — diz a funcionária, envergonhada.
Aposentada: problemas desde 2012
Ela não é a única. Aposentada da área da Saúde do município, Dalva Raia conta que descobriu que seu nome estava sujo em 2012:
— Não consegui fazer uma compra e, quando fui investigar, soube que a prefeitura não tinha repassado o dinheiro. Em setembro de 2014, aconteceu de novo.
A Prefeitura de Meriti foi procurada pelo “Mais Baixada” e teve dois dias para responder, mas não enviou sequer uma explicação sobre a situação.
Desde o meio do ano passado os servidores também têm tido problemas com o atraso nos salários. Eles chegaram a fazer diversos protestos na porta da prefeitura. O pagamento do mês de setembro está sendo feito em quatro parcelas. A primeira foi no dia 30 de janeiro. A próxima está prevista para entrar na conta na sexta-feira, dia 27.
FONTE: http://oglobo.globo.com/rio/servidores-ficam-com-nome-sujo-no-spc-apos-prefeitura-atrasar-repasse-caixa-15413824